Sacerdotisa blanca de ancestral divinidad negra

15 de enero de 2009
Aos 94 anos Suzanne Wenger - Adunni Olorisa - juntou-se ao plano do sagrado no Ìbà Òrun.

Nascida na Áustria, Suzanne Wenger encontrou-se com a sua identidade em Osogbo (Oxogbô) na Nigéria, onde durante sessenta anos foi uma promotora da identidade, da cultura, da religião e da arte Yorùbá tendo sido ainda uma impulsionadora da preservação da floresta e das grutas sagradas em Osogbo. Suzanne Wenger era sacerdotisa do orisa Òsun (Oxum) Rora yèyè o!
Fuente: APCAB